quinta-feira, 21 de maio de 2015

#QueridaEuMesma Da Aline de (quase) 33 anos para a Aline de 23



Você não precisa se sentir inadequada porque não é expansiva.

Você não precisa ser expansiva.

Você vai gostar de fazer amizades e conversar sem pressa mesmo sendo tímida e introspectiva.

Você vai conhecer um certo Fritz que vai te contar que suas referências de sucesso também erram muitas vezes na vida.

Perdoe. Perdoe mais e mais rápido. Ah, perdoar é deixar com o outro o que é do outro e seguir apenas com o que é seu, ok?

As amigas que você tem nessa fase continuarão sendo as suas melhores amigas até hoje.

Continue dedicando quatro horas por dia para estudar. Só relaxe um dia por semana. SÓ UM DIA POR SEMANA.

Você vai continuar recebendo alguns convites para casamentos, formaturas e aniversários e você estava super certa de não se obrigar a usar salto alto ou cabelo esticado nessas ocasiões.

Você vai encontrar quem corte seu cabelo com amor e respeito aos seus cachos.

Larga a mão de ser medrosa, menina! Seus rompantes de coragem ajudarão muita gente pelo mundo afora.

Você vai encontrar na sala de aula um lugar ótimo para semear suas micro revoluções.

Continue gastando seu tempo livre com cursos de artes. Não se cobre ser uma artista, nem no começo, nem ao final. Aliás, não se cobre nada.

Não se preocupe com o ótimo se somente o bom for possível no momento. É pelo bom que se chega ao ótimo. Basta não se satisfazer apenas com o bom.

Continue assistindo muitos filmes. E continue fazendo da sua necessidade de assistir mais filmes um bom pretexto para visitar seus amigos.

Não seja tão resistente com os estudos de inglês. Vai te fazer muita falta no seu primeiro mochilão fora do país.

Ah, você vai fazer um grande mochilão fora do país!

Continue gastando parte do dinheiro que você guarda com pequenas viagens de fins de semana. Nunca perca a oportunidade de fazer pequenas viagens de fim de semana.

Continue guardando um dinheirinho todo mês.

Você vai ter um apezinho na cidade onde você cresceu e vai plantar as árvores que sempre quis bem de frente pra varanda dele. Talvez você só vá morar lá quando as árvores forem adultas, mas isso não será um problema: o apê e as árvores serão úteis para muitas pessoas bacanas.

Tente fazer yoga todas as manhãs.

Seu casamento vai acabar. Você não vai sofrer tanto assim por isso, mas vai continuar acreditando no casamento.

Você vai conhecer rapazes ciumentos. Por favor, vire e vá embora.

Você vai passar um (longo) tempo sozinha. Não se aflija. Aproveite para continuar vendo filmes, estudando, se envolvendo em trabalhos sociais, viajando, visitando seus amigos.

Você corre o risco de agir por carência. Aja, mas NÃO FAÇA BOBAGENS.

É bom estabelecer critérios na hora de escolher o companheiro: idade, ocupação, afinidades e, o mais importante, a capacidade de te ouvir quando você está falando sério. Pare agora de se deixar ser escolhida!

É verdade que os cabeludos, barbudos, músicos e incompreendidos são os mais atraentes, mas não são os únicos atraentes no mundo.

Não tema fazer terapia. Só vai te fazer bem.

Você vai conhecer seu pai. Sua família paterna é enorme!

Beba mais água, pare de espremer espinhas e use filtro solar.

Aprenda a gostar da noite. Melhor dizendo, saia mais, pelo amor de Deus!

Aprenda a permanecer no presente. Nostalgia tem limite; ansiedade só vale nos cinco minutos que antecedem algum compromisso.

Continue se esforçando para fazer amizade com a leveza.


13 comentários:

  1. Que beleza de texto, Aline!
    Me fez lembrar da poesia do Fernando Anitelli, em "De ontem em diante".

    ResponderExcluir
  2. Essa sua amiga é muito sábia, viu, #Alinede23 ?

    ResponderExcluir
  3. Que bom que vocês gostaram! Foi um ótimo exercício olhar para trás e ver como minhas escolhas me construíram. É quase impossível não olhar também para o futuro e imaginar o que a Aline mais jovem deveria destacar para daqui a uns anos: não fique ranzinza! seja muito feliz!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, quanta sensibilidade! Adorei!

    ResponderExcluir
  5. Lindo Aline. De uma leveza que comprova que você ouviu a si mesma....

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada, Josafá! A gente vai aprendendo a se ouvir e, assim, vai crescendo... Abraço

    ResponderExcluir
  7. Ah, seu eu soubesse me escutar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas você sabe, linda! Aposto que se você tentar, um texto lindo vai nascer... Mas não se engane, terá que visitá-lo vez ou outra para se lembrar dos próprios conselhos ;)

      Excluir
  8. Você é muito fofa professora, vai fazer falta 😔

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Maravilhoso texto, adotando alguns conselhos em 3,2,1

    ResponderExcluir